SINOPSE E EDITAL DA ANTOLOGIA “LÍRICA URBE”
dezembro 6, 2020
CAMPANHA REVISTA MYSTERIO RETRO N° 4
fevereiro 25, 2021
Show all

Revista Mystério Retrô n° 3 – Opinião

 

Desde que fui convidada a participar da primeira edição da Mystério Retrô algo me dizia que a revista estava vindo para ficar e que seria um grande sucesso. Confesso que fiquei com medo de não ser boa a altura dos convidados da primeira edição, mas no final fiquei feliz com o resultado do meu conto Best Friend Forever que trazia minha detetive/perita com dons sobrenaturais Paula Oliveira.

 


A resenha da extraordinária edição número 2 você podeconferir aqui.

 

Eu recebi a edição da Retro 3 em mãos, um dia após o meu aniversário, larguei tudo que estava lendo e me entreguei aos contos e artigos fabulosos da edição natalina. A surpresa foi maior e mais agradável quando vejo meu nome citado no artigo Brasileiras que Escrevem Romances Policiais da queridíssima Vera Carvalho Assumpção.

 

Agora vamos falar um pouco dos contos e artigos. Selecionei os que de alguma forma tiveram um destaque maior por um motivo ou outro para mim.

 

Larissa Brasil é a convidada especial da revista e encerra com grande estilo essa edição. O conto O dono da Chuva é muito bom, mostra o porque a autora é premiada e amada pelos fãs e colegas. Os dois primeiros parágrafos do conto causam um impacto tão grande que você quer ler tudo rapidinho para ver o que levou a personagem aquela situação. A passagem de tempo é clara e bem utilizada.

 

A tatuagem de Rodrigo Dufau é um conto que me impressionou muito, talvez porque o assunto, ditadura, seja algo que mexe demais comigo. Acho que fui alguma militante contra alguma ditadura em outra vida.

 

Ciclo de Rafael Danesin. Pensa numa pessoa que faz a pesquisa certa. Pensa numa pessoa que usa a técnica de escrita nos momentos exatos e te deixa tão imerso no texto que você perde a noção de realidade, pois é me senti naquele conto. Talvez por amar as religiões afros é o conto que mais gostei.

 

A Gata de Márcio Francisco Felix é outro conto que me fez lembrar da infância que tive as voltas com causos e maldições. Lembrei muito de coisas que minha avó Agostinha e minha mãe me contavam.

 

Olhos de Vidro de De Ann é outro conto que me tirou o sono, pelo fato de ter bonecas e isso por só me deixa arrepiada.

 

Além desses vocês vão se divertir com a segunda parte do conto fantasia noir da Julia Torres Como Matar Dois Coelhos com uma Cajadada Só, As duas Portas de Venuza Belo, Bom dia Molly de Thalya Maura, Corpo Morto de Giuliana de Gragnani, A Armadilha da Solidão de Davi Gonzales, Piratas de São Vicente de Igor Moraes, O caso do Hotel Mendes Victor Carreão, O Poeta de Jorge Luiz Pontes

 

Sobre os artigos:

 

Pedro Cadina me encantou muito com a Safra Vermelha, Adriano Besen Trouxe mais do nosso folclore com o Boitatá (conheço tantos “causos”), Crystal Siqueira com a coluna fixa da Agatha Christie nos apresenta um pouco sobre os assassinos da Dama, Deusa, Rainha do crime. Vera Carvalho Assumpção fala um pouco das autoras de romance policial e Tom Soares nos diz por que ler Literatura Policial.

 

Ultima leitura do ano, ultima resenha do ano e último artigo para o blog do ano. Fechando ao meu ver com chave de ouro. E ansiosa para a Retro 4, mais ainda porque eu participo com um conto e espero a opinião de vocês.


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.