CYBERPUNK – CONTOS / FINANCIAMENTO NO CARTASE

Diário Macabro N° 5 – Leiam essa Postagem
maio 8, 2019
maio 8, 2019
Show all

Cyberpunk reúne contos sobre alta tecnologia e baixa qualidade de vida


Em sua segunda campanha no Catarse, Editora Draco revela um futuro dominado por megacorporações, implantes cibernéticos e muita desigualdade social


A Editora Draco acaba de lançar uma campanha de financiamento coletivo no Catarse para a coletânea “Cyberpunk – Registros Recuperados de Futuros Proibidos”. O livro reúne onze contos que transitam entre o retrô e o pós-cyber. Cada história mostra o quanto o gênero pulsa mais vivo do que nunca com transplantes, clonagens e uploads de memórias. Este também é o último volume da coleção de antologias “Mundo Punk”, formada por “Vaporpunk I e II”, “Dieselpunk” e “Solarpunk”.


Cirilo S. Lemos e Erick Santos Cardoso são os organizadores do projeto. A dupla selecionou as onze histórias que compõem a obra:


  • A lua é uma flor sem pétalas redux, de Cirilo S. Lemos
  • Caos tranquilo, de Ricardo Santos
  • A gota d’água, de Daniel Grimoni
  • Folhas no terraço, de Michel Peres
  • Boca Maldita, de Claudia Dugim
  • Cyberfunk, de Carlos Contente e Rodrigo Silva do Ó
  • Próximo nível, de Marcelo A. Galvão
  • Sonho de Menino, de Marcel Breton
  • Recall, de Karen Alvares
  • Sonhos wifi, de Fábio Fernandes


A obra também conta com um prefácio de Fábio Fernandes (“Os Dias da Peste”), um dos principais nomes da ficção científica contemporânea e responsável pela tradução de “Neuromancer”, de William Gibson, a obra fundamental do cyberpunk. Fernandes também traduziu para o inglês a antologia “Solarpunk”, da Editora Draco, que foi publicada nos Estados Unidos pela World Weaver Press.


Nascido na efervescência neon, eletrônica e glam dos anos 1980, o subgênero cyberpunk surge na literatura e expande sua influência ao infectar o cinema, a música, os games, as HQs e a moda. Um espasmo de vigor e pessimismo que traz um futuro diferente do prometido pela ficção científica em sua era dourada. Como um profeta apocalíptico, o cyberpunk anuncia que o high tech, low life será a tônica do nosso tecido social!


Cyberpunk — Registros Recuperados de Futuros Proibidos terá 284 páginas no formato 14 x 21 cm, com papel pólen bold e capa em papel cartão de boa gramatura e com orelhas.


SERVIÇO
Imagens:
Autores: Cirilo S. Lemos e Erick Santos Cardoso (org.)
ISBN: 978-85-8243-241-9
Gênero: ficção científica, cyberpunk
Formato: 14x21cm
Páginas: 284 PB (papel pólen bold)
Ano de publicação: 2019
Preço de capa: R$ 49,90 (com desconto especial no Catarse)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.